Quero a minha libido de volta!!!

2 de julho de 2018

Perdeu a libido e não sabe o motivo? Muita calma nessa hora Dá para recuperar a velha forma!

Cerca de três em cada dez mulheres sentem falta de interesse sexual e metade delas se sentem angustiadas por isso. É o que revela uma pesquisa realizada pela Universidade de Southampton e Universidade College London, ambas na Grã-Bretanha.

 

Causas da falta de interesse sexual

A pesquisa mostra os principais fatores do desinteresse das mulheres pelo sexo, como:

  •         Problemas de saúde mental;
  •         Ter vivenciado sexo não consensual;
  •         Ter alguma doença sexualmente transmissível (DST);
  •         Ter filhos pequenos em casa;
  •         Não ter a mesma vontade e preferências sexuais que o parceiro.

Outras causas comprovadas em estudos também incluem problemas biológicos, psicológicos e sociais. Entre eles: o uso de pílula anticoncepcional, amamentação, maternidade e menopausa.

Ou seja, alterações hormonais que interferem nos níveis de estrogênio, progesterona e testosterona produzidos pelo organismo. Problemas que podem causar não só a falta de libido, como também o ressecamento vaginal.

A depressão é outra causa. Dados do Projeto de Estudos em Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo (ProSex) apontam que 40% das mulheres com falta de líbido já haviam sido diagnosticadas com a doença.

Isto é, além dos fatores orgânicos envolvidos na falta de libido, também existe uma questão emocional e afetiva.

Alguns motivos que costumo a perceber a partir das conversas com as minhas pacientes têm relação com problemas pessoais, como discussões no trabalho ou com os filhos. Então, a ansiedade e o estresse também são associados à libido.

 

Consequências da falta da libido

Além de causar desânimo e frustração por parte das mulheres, especificamente, a falta da libido também pode trazer outras consequências. Pesquisadores da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, acreditam que 25% dos divórcios acontecem por causa da insatisfação sexual.

Por isso, é sempre importante manter o diálogo aceso entre os parceiros. Afinal, as duas partes precisam entender que a falta de libido pode ser provocada por diferentes fatores e não somente os emocionais.

 

Como aumentar a libido?

Segundo os autores do primeiro estudo, o tratamento para aumentar a libido precisa considerar o todo, e não apenas se restringir à indicação de medicamentos. Sugerem também a importância de um olhar que vá além da prescrição de antidepressivos.

Além do amor, carinho e respeito, uma alimentação rica em nutrientes como a vitamina B e a prática regular de atividades físicas ajudam a aumentar a libido.

Conheça alguns alimentos amigos do desejo sexual:

  • Abacate;
  • Banana;
  • Chocolate;
  • Crustáceos;
  • Grãos;
  • Nozes;
  • Ovos.

Mas não adianta sair comendo isso e achar que tudo se resolverá. As porções e  combinações adequadas têm que ser indicadas por um profissional. E a correta e equilibrada alimentação é apenas um dos pilares que sustentam o processo de mudança de hábitos.

Outra dica que recomendo é a busca pela ajuda de profissionais, como médicos especializados e psicólogos. Uma avaliação do perfil hormonal e bioquímico é fundamental para excluir uma causa orgânica. E corrigir eventuais desequilíbrios pode resolver o problema.

Como ginecologista, vejo que algumas mulheres sentem vergonha em falar sobre o assunto (e entre os homens é ainda pior…). Outras, acreditam que a falta de libido pode ser sinal que uma relação está chegando ao fim. O que nem sempre é o que acontece na realidade.

Vale lembrar que por trás da falta de apetite sexual existe um corpo humano. Ou seja, todos os dias, o organismo precisa receber a quantidade suficiente de nutrientes, como hormônios e vitaminas, para que continue funcionando perfeitamente. E que uma vida sexual ativa prazerosa é sinal de boa saúde.

Por isso, antes mesmo de se perguntar como anda a relação com o seu parceiro, é importante avaliar o seu estilo de vida. Pode ser que esteja sendo impactado por alguns dos inimigos da libido.

Confira quais são eles:

  • Consumo de bebida alcoólica;
  • Má nutrição;
  • Estresse;
  • Consumo excessivo de cafeína;
  • Doenças crônicas;
  • Autoestima baixa;
  • Noites mal dormidas;
  • Tabagismo;
  • Uso de drogas.

Como podemos ver, a falta de libido pode acontecer por diferentes motivos. E, como tal, não deve ser encarada com vergonha. Afinal, estamos falando de um problema que pode ter origem em algo que o seu corpo precisa repor.

Por isso, a minha recomendação como médica praticante da Medicina de Estilo de Vida é: mantenha o diálogo sempre aberto com o seu parceiro e cuide da sua saúde. Quando esses dois pilares estiverem em sintonia a libido poderá ser potencializada e aí é só aproveitar cada momento!

Se considerou que esse conteúdo foi útil, que tal compartilhar com a sua melhor amiga? Pode ser que ela esteja passando pela mesma situação que você. Siga o meu Instagram e o meu Facebook para acompanhar mais dicas.

Mais artigos que podem te interessar

Ficou com alguma dúvida?

Para esclarecer qualquer dúvida ou entender melhor como podemos atender às suas necessidades, entre em contato com a nossa equipe. Será um prazer poder ajudar você a conquistar um melhor estilo de vida!

  • Rua Jardim Botânico, 568 - Sl. 212
  • Jardim Botânico - RJ
  • (21) 2249-5001
  • (21) 2535-8862
  • (21) 9 8802-4293

× Contato via WhatsApp!